terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

TIPOS DE GÊNEROS LITERÁRIOS

Após pesquisar a respeito da definição do que seria gênero literário, durante essa semana iremos pesquisar quais são os gêneros existentes, como ele se classificam e posteriormente iremos pesquisar uma obra correspondente a cada uma dos gêneros existentes.

14 comentários:

samuray disse...

Melhor resposta - Escolhida por votação
Gêneros Literários são as divisões feitas das obras literárias quanto ao conteúdo, estrutura, e segundo os clássicos, conforme a "maneira de imitação": São três: Lírico, Dramático e Épico. Há professores que aceitam a existência de um quarto Gênero, chamado de Narrativo, outros dizem que este Gênero se encaixa como mera variante do Gênero Épico.

Eis um resuminho
- Gênero Lírico - Seu nome vem de lira, instrumento musical que acompanhava os cantos dos gregos. Recebeu este nome pois as poesias na Idade Média eram cantadas; pode aparecer com ou sem métrica, estrutura de versos ou rima.
- Gênero Dramático - Drama, em grego, significa "ação". Pode aparecer em prosa ou poesia e compreende as seguintes modalidades: Tragédia, Comédia, Tragicomédia e Farsa.
- Gênero Épico - "Epopéia" vem do grego épos, ‘verso’+ poieô, ‘faço’ e se refere à narrativa em forma de versos, de um fato grandioso e maravilhoso que interessa a um povo. (Exemplos: Ilíada, Odisséia, Eneida, Os Lusíadas, Caramuru etc)
- Gênero Narrativo: São também comumente chamadas de narrativas de ficção. São divididos em: Romance, Novela, Conto e Fábula.

thomaz e francisco

gordo disse...

1-Gênero narrativo
2-Gênero lírico
3-Gênero dramático


1-O gênero narrativo nada mais faz, a não ser narrar uma história, e assim o faz de diversas formas.
2-É na maioria das vezes expressa pela poesia. Entretanto é de suma importância ressaltar que nem toda poesia pertence ao gênero lírico.
3-É composto de textos que foram escritos para serem encenados em forma de peça de teatro

Brendinha disse...

tipos de gêneros literários
o genero narrativo:é ou seja narrar uma história.
genero lírico:é a produção de um poema.
e o genero dramático:são textos escritos para serem encenados em peças de teatro.

nataly disse...

Gênero narrativo:
- O gênero narrativo nada mais faz, a não ser narrar uma história, e assim o faz de diversas formas. As narrativas utilizam-se de diferentes linguagens: a verbal (oral ou escrita), a visual (por meio da imagem), a gestual (por meio de gestos) etc.
Gênero lírico :
- É na maioria das vezes expressa pela poesia. Entretanto é de suma importância ressaltar que nem toda poesia pertence ao gênero lírico

Gênero dramático :
- É composto de textos que foram escritos para serem encenados em forma de peça de teatro. Para o texto dramático se tornar uma peça, ele deve primeiro ser transformado em um roteiro, para depois poder ser transformado em um texto do gênero espetacular.


Naataly Moota ;)

binha disse...

O gênero narrativo nada mais faz, a não ser narrar uma história, e assim o faz de diversas formas.
Um bom exemplo é Os Lusíadas, de Luís de Camões, Ilíada e Odisséia, de Homero.É na maioria das vezes expressa pela poesia. Entretanto é de suma importância ressaltar que ne é um texto de cunho entusiástico e melódico, em geral uma música.em toda poesia pertence ao gênero lírico.
É composto de textos que foram escritos para serem encenados em forma de peça de teatro. Para o texto dramático se tornar uma peça, ele deve primeiro ser transformado em um roteiro, para depois poder ser transformado em um texto do gênero espetacular.
exemplo seria a grande peça Romeu e Julieta, de William Shakespeare.

barbara

André disse...

Gênero narrativo-Os Lusíadas
O alienista
Decamerão

Gênero lírico-Ode
Soneto
Haicai

Gênero dramático-Romeu e Julieta
O fantasma da ópera

Gênero épico-Ilíada
Odisséia

Julia disse...

Gênero narrativo: os lusiadas, o alienista e decamarão
Genero lirico: ode, soneto e haicai
Genero dramatico: romeu e julieta e o fantasma da opera
Gênero Épico: Ilíada e Odisséia


julia vitoria
gabriela alves

Maíra disse...

Romance-um texto completo, com tempo, espaço e personagens bem definidos.
Fábula-é um texto de caráter fantástico, e não tem nenhuma semelhança com a realidade. Os personagens principais são animais, e a finalidade é transmitir alguma lição de moral.
Conto-é um texto narrativo breve, e de ficção, geralmente em prosa que conta situações rotineiras.Caracteriza-se por personagens breviamente retratados.
Crônica-é uma narrativa informal, ligada à vida cotidiana, com linguagem coloquial, breve e com toque de humor e crítica.
Novela-é um texto caracterizado por ser intermediário entre a longevidade do romance e a brevialidade do conto.
Alám destes gêneros literários existem outro bem conhecidos que são empregado em livros e filmes.


Mai,, bj

Nina :) disse...

Eu entedi que esta divisão tradicional em três gêneros literários originou-se na Grécia clássica, com Aristóteles, quando a poesia era a forma predominante de literatura. Por nos parecer mais didática, adotamos uma divisão em quatro gêneros literários, desmembrando do épico o gênero narrativo para enquadrar as narrativas em prosa.(*)
Poderíamos reconhecer ainda o gênero didático, despido de ficção e não identificado com a arte literária; segundo Wolfang Kayser, "o didático costuma ser delimitado como gênero especial, que fica fora da verdadeira literatura".
Gênero Lírico
Seu nome vem de lira, instrumento musical que acompanhava os cantos dos gregos. Por muito tempo, até o final da Idade Média, as poesias eram cantadas; separando-se o texto do acompanhamento musical, a poesia passou a apresentar uma estrutura mais rica. A partir daí, a métrica, o ritmo das palavras, a divisão em estrofes, a rima, a combinação das palavras foram elementos cultivados com mais intensidade pelos poetas.
Mas, cuidado! O que foi dito acima não significa que poesia, para ser poesia, precise, necessariamente, apresentar rima, métrica, estrofe. A poesia do Modernismo, por exemplo, desprezou esses conceitos; é uma poesia que se caracteriza pelo verso livre
por estrofes irregulares e pelo verso branco, ou seja, o verso sem rima. O que, também, não impede que "subitamente na esquina do poema, duas rimas se encontrem, como duas irmãs desconhecidas..."
Gênero Dramático
Drama, em grego, significa "ação". Ao gênero dramático pertencem os textos, em poesia ou prosa, feitos para serem representados. Isso significa que entre autor e público desempenha papel fundamental o elenco que representará o texto.

marina

Mateus disse...

Genero lírico:É na maioria das vezes expressa pela poesia

Genero Dramático:É composto de textos que foram escritos para serem encenados em forma de peça de teatro

Genero narrativo:O gênero narrativo nada mais faz, a não ser narrar uma história, e assim o faz de diversas formas

andrielle disse...

Gênero Lírico

Nome vem de lira. Por muito tempo, até o final da Idade Média, as poesias eram cantadas; separando-se o texto do acompanhamento musical, a poesia passou a apresentar uma estrutura mais rica. A partir daí, a métrica o ritmo das palavras, a divisão em estrofes, a rima, a combinação das palavras foram elementos cultivados com mais intensidade pelos poetas.

Gênero Dramático

Em grego, significa "ação". Ao gênero dramático pertencem os textos, em poesia ou prosa, feitos para serem representados. Isso significa que entre autor e público desempenha papel fundamental o elenco que representará o texto.

Gênero Épico

A palavra "epopéia" vem do grego épos, ‘verso’+ poieô, ‘faço’ e se refere à narrativa em forma de versos, de um fato grandioso e maravilhoso que interessa a um povo. É uma poesia objetiva, impessoal, cuja característica maior é a presença de um narrador falando do passado. O tema é, normalmente, um episódio grandioso e heróico da história de um povo.

Gênero narrativo
O Gênero narrativo é visto como uma variante do gênero épico, enquadrando, neste caso, as narrativas em prosa. Dependendo da estrutura, da forma e da extensão, as principais manifestações narrativas são o romance, a novela e o conto.
A fábula é das mais antigas narrativas, coincidindo seu aparecimento, segundo alguns estudiosos, com o da própria linguagem. No mundo ocidental, o primeiro grande nome da fábula foi Esopo, um escravo grego que teria vivido no século VI a.C. Modernamente, muitas das fábulas de Esopo foram retomadas por La Fontaine, poeta francês que viveu de 1621 a 1695. O grande mérito de La Fontaine reside no apurado trabalho realizado com a linguagem, ao recriar os temas tradicionais da fábula. No Brasil, Monteiro Lobato realizou tarefa semelhante, acrescentando, às fábulas tradicionais, curiosos e certeiros comentários dos personagens que viviam no Sítio do Picapau Amarelo.

petala disse...

GÊNEROS LITERARIOS
TIPOS:


Gênero Lírico:SEU NOME VEM DE LIRA INSTRUMENTO MUSICAL QUE ACOMPANHAVA OS CANTOS GREGOS.
Gênero Dramático: DRAMA EM GREGO SIGNIFICA "AÇÃO".AO GÊNERO DRAMÁTICO PERTECEM OS TEXTOS,EM POESIA OU PROSA FEITOS PARA SEREM REPRESENTADOS.
Gênero Épico: A palavra "epopéia" vem do grego épos, ‘verso’+ poieô, ‘faço’ e se refere à narrativa em forma de versos, de um fato grandioso e maravilhoso que interessa a um povo
Gênero Narrativo : O GÊNERO NARRATIVO É VISTO COMO VARIANTE DO GÊNERO ÉPICO ,ENQUADRANDO NESTE CASO AS NARRATIVAS EM PROSA.

peu:)

alice disse...

Desde a antigüidade, os gêneros literários são conhecidos e geralmente são divididos, segundo Aristóteles, em narrativo, lírico e dramático.

Todos as modalidades literárias são influenciadas pelas personagens, pelo espaço e pelo tempo. Todos os gêneros podem ser não-ficcionais ou ficcionais. Os não-ficcionais representam fielmente a realidade, e os ficcionais inventam um mundo onde os acontecimentos ocorrem coerentemente com o que se passa no enredo da história.

Alice Albuquerque :)

andrielle disse...

Desde a antigüidade, os gêneros literários são conhecidos e geralmente são divididos, segundo Aristóteles, em narrativo, lírico e dramático.

Todos as modalidades literárias são influenciadas pelas personagens, pelo espaço e pelo tempo. Todos os gêneros podem ser não-ficcionais ou ficcionais. Os não-ficcionais representam fielmente a realidade, e os ficcionais inventam um mundo onde os acontecimentos ocorrem coerentemente com o que se passa no enredo da história.